fbpx

Depoimento – Diabetes – R. M. O.

Quero dividir com vocês o caso do pai do Z., o Sr. Zé, de 83 anos, que tem se desenvolvido de forma maravilhosa e integrativa e sem gerar expectativas que poderiam atrapalhar o tratamento, visto que temos sentido que, por diversas vezes, o psicológico e os sentimentos muitas vezes funcionam como gatilho e por vezes pioram o tratamento significativamente.
 Existe uma lógica geral nas doenças, ou purificações, e um bom termômetro ou ponto de partida são os ombros, que, nas doenças, nos dão indicativos de onde está a maior parte do problema, seja no ombro esquerdo ou direito.
No caso específico do Sr. Zé, no início do tratamento, a parte mais significativa da diabetes se manifestava no seu olho esquerdo, ocasionando o aparecimento de “manchas” que atrapalhavam muito sua visão, já comprometida.  Ele as chamava, em tom de brincadeira, de “elefantes”, já nos dizendo que o tamanho das mesmas era grande. Tinha também a preocupação de não mais poder dirigir o automóvel. Além disso, seu quadro manifestava “picos” na medição da glicemia, às vezes chegando a 400, 300 ou próximo de 200, ficando, na maior parte das vezes, ao redor de 130, algo que o médico considerava como preocupante devido à falta de disciplina muito rígida com alimentação e algumas festividades nos finais de semana. Tomava alguns medicamentos para equilibrar esses níveis de glicemia. Diante disso, que era o quadro mais ou menos geral dessa parte (pois o mesmo tinha ou ainda tem outros problemas), inicialmente procuramos ministrar ao redor do olho esquerdo e têmpora esquerda, regiões essas que foram eleitas após a investigação e seu estado febril.
Como foi dito acima, existem doenças que se manifestam em órgãos (pela frente do corpo, nesse caso em particular) que ficam do lado esquerdo ou direito, e isso tem relação direta com os ombros; então o segundo ponto mais quente na região da cabeça era a região do ombro. Ministramos principalmente na região correspondente ao ombro esquerdo e no próprio ombro, visto que existem diversas ramificações importantes nessa região do Sistema linfático, ao mesmo tempo em que ministramos desde o ombro esquerdo até as virilhas (acompanhando o Sistema Linfático). Suas vistas rapidamente melhoraram, e cerca de 2 ou 3 semanas depois já não apresentavam o “tal elefante” e segundo ele, estava enxergando melhor do olho esquerdo também. Pareceu-nos que a melhora foi além do que estávamos prevendo em pouco tempo, já que o problema se arrastava há anos, com remédios , chás e um certo desregramento alimentar. Ao mesmo tempo, sabíamos e tínhamos a intenção de tratar o pâncreas, com a ministração no ombro, sistema linfático e centralizar na cabeça a mesma região no ombro, ou seja, paralelamente ministrávamos na cabeça e depois nos ombros por causa do sistema linfático da região. O que aconteceu foi o previsto, ou seja, os picos deixaram de existir, e a glicemia, caiu para 100, 90, 80 e, ultimamente, já estava na casa dos 70, diminuindo em 15% a aplicação de insulina.

Ao longo de  menos de 3 meses, outros problemas também foram sendo tratados, o que nos dá uma dimensão real, factível do que é ser um método integrativo, e todos foram regredindo ao mesmo tempo. Muitas vezes o paciente nem percebe que está melhorando, e alguns dos grandes sinais são a disposição e o humor. Sua esposa nos relatou que o Sr. Zé é hoje outra pessoa, muito melhor que antes!

Compartilhe

Um Centro de Excelência à sua Disposição

Veja abaixo nossa Estrutura e Organização

(toque na foto para ampliar)

Depoimentos e Avaliações de Membros

Precisa de Ajuda? Escolha a melhor opção abaixo:

Sobre nós

Abrir bate-papo
1
Olá
Podemos ajudá-lo?